Quem Somos

A Tu i Tam Filmes nasce da vontade de reunir realizadores dedicados ao cinema contemporâneo e criar, descobrir ou inventar os meios para dar vazão a essa produção.

O nome da produtora é uma homenagem ao documentário do fotógrafo João Urban e da jornalista Teresa Urban, conhecido como Tu i Tam, que significa “Aqui e lá” em polonês. O livro trata da imigração Polonesa no Brasil, misturando imagens da vida cotidiana de campesinos no interior da Polônia e do Paraná. Trilhamos nossa produção inspirados por obras com a densidade e sensibilidade de Tu i Tam: memória da imigração polonesa no Paraná.
Aqui e lá também é uma ideia que nos faz lembrar que nossa produção deve ter as fronteiras sempre no horizonte dos nossos caminhos.

Os trabalhos da Tu i Tam Filmes foram apresentados nas salas de cinema, em canais de televisão nacionais, como o Canal Brasil, e europeus, como a RTP, e em festivais como Rotterdam, Edimburgo, IndieLisboa, Chicago, Bafici, Cinéma du Réel, Hamburgo, Videobrasil, Brasília, Tiradentes, Toulouse, Barcelona, Zurique, Belfort, Dei Popoli e Documenta Madrid.

EQUIPE FIXA

///Ana Paula Málaga

Ana Paula MágalaÉ formada em Cinema pela CINETV-PR, em Publicidade e Propaganda pela PUC-PR e pós graduada em Comunicação Audiovisual, também pela PUC-PR. Foi diretora de produção de mais de 40 filmes, entre eles os curtas Ovos de Dinossauro na Sala de Estar e A que deve a honra da ilustre visita este simples marquês?, do DVD Música de Ruiz, entre outros trabalhos como diretora de arte, função pela qual recebeu o prêmio do Festival de Cinema e Animação de Pelotas (RS).

///João Castelo Branco

João Castelo Branco MachadoFotógrafo e cineasta. Formou-se em Ciências Sociais pela UFPR. É pós-graduado em Fotografia como Instrumento de Pesquisa nas Ciências Sociais, pela Universidade Cândido Mendes do Rio de Janeiro. Estudou fotografia na FAMU – Faculdade de Cinema da Universidade Nacional de Artes de Praga, e História da Fotografia no INHA – Instituto Nacional de História da Arte, em Paris. Como fotógrafo tem em seu currículo diversas exposições individuais e coletivas e os livros “Alfaiates e alfaiatarias em Curitiba” e “O futebol da contracapa”. Entre seus filmes destacam-se o longa-metragem “O corte do alfaiate” e o curta “Bolpebra”, ambos exibidos em festivais nacionais e internacionais. Atualmente, se dedica ao seu novo filme, o documentário “Garatujas, Badamecos e outros monstros”. É sócio diretor da produtora Tu i Tam Filmes, onde desenvolve projetos autorais como fotógrafo e cineasta.

///Larissa Figueiredo

Larissa FIgueiredoNasceu em Brasília. Estudou Letras na UnB; fez mestrado em Teoria do Cinema na Université Lumière Lyon 2, na França, e Artes Visuais/Cinema na Haute École d’art et design de Genève, na Suíça, onde teve aula com artistas como Joana Hadjithomas & Khalil Joreige, Miguel Gomes, Mathieu Amalric e Albert Serra. Passou 40 dias na Tailândia, em 2011 – para um workshop ministrado pelo artista Apichatpong Weerasethakul. Em agosto e setembro de 2012, realizou uma residência artística na Capadócia, Turquia, que resultou, entre outros projetos, no curta-metragem “Fui à Capadócia e lembrei de você”, exibido na 16a Mostra de Cinema de Tiradentes. No mesmo ano, foi contemplada com o prêmio do IX Concurso de Roteiros Rucker Vieira, organizado pela Fundação Joaquim Nabuco. Atualmente, finaliza seu primeiro longa-metragem, “O Touro”, protagonizado pela atriz portuguesa Joana de Verona e produzido pela Tu i Tam Filmes.

///Rafael Urban

Rafael UrbanCineasta, produtor e curador. Dirigiu filmes como Ovos de dinossauro na sala de estar, curta exibido em 130 festivais, de 23 países, que recebeu 20 prêmios, entre eles o de Melhor Filme do 66º Festival de Edimburgo. Foi curador de festivais de cinema, mais recentemente no Festival de Brasília e no Festival de Cinema da Bienal de Curitiba. É jornalista de formação e estudou na pós-graduação em História da Arte, na Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Antes de dedicar-se exclusivamente ao cinema, trabalhou em jornais – como a Folha de Londrina, em que foi crítico de cinema e repórter – e em revistas – editou a revista de cinema Juliette e colaborou com publicações como Galileu e piauí. Atualmente coordena o projeto Ficção Viva II, que apresenta uma série de encontros e workshops com diretores de cinema, como Lucrecia Martel, Carlos Reygadas e Miguel Gomes.

Diretores parceiros com projetos produzidos pela Tu i Tam:

///Eduardo Baggio

É Cineasta com ênfase em documentarismo e professor universitário. Graduado em Comunicação Social – Jornalismo (UFPR), especialista em Comunicação Audiovisual (PUC-PR), mestre em Comunicação e Linguagens (UTP) e doutorando em Comunicação e Semiótica (PUC-SP). Trabalhou em televisões e produtoras de cinema e vídeo como roteirista, diretor, editor e finalizador. Teve seus filmes independentes exibidos em vários festivais e mostras nacionais e internacionais, com prêmios no Brasil e no exterior. Atualmente trabalha no projeto “Sintonia do Coração” com a produção da Tu i Tam Filmes.

///Karen Akerman

É Montadora, produtora, diretora.Sócia da produtora Pela Madrugada. Membro da Associação de Montadores do Rio de Janeiro (EDT). Em 2010 recebeu o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro na categoria Melhor Montagem de Documentário pelo filme Simonal – Ninguém Sabe O Duro Que Eu Dei. Montou mais de 40 filmes (entre curtas, médias e longas) e dirigiu cinco curtas metragens, alem de vídeo-clipes e vídeos-institucionais. O seu trabalho foi exibido em festivais internacionais (Rotterdam, Indie Lisboa, Uppsala, Cine//B, entre outros), nacionais (Brasília, Rio, São Paulo, Curta Cinema, Cine PE, entre outros) e premiado em festivais internacionais e nacionais (Tabor, Santa Maria da Feira, Janela do Recife, CineEsquemaNovo). Como produtora, produziu mais de vinte curtas metragens. Colaborou como Curadora, Programadora e Júri em Festivais e Mostras no Brasil e Portugal. Vive e trabalha no Rio de Janeiro.

///Miguel Seabra Lopes

Estudou na Escola Superior de Cinema de Lisboa. Frequentou workshops de Dusan Makavejev, Jos Stelling, Christian Hossner, Ursula Meyer, Atelier MTK, entre outros. Foi membro do grupo Teatro do Vestido. Foi sócio da produtora independente de cinema AS-Produções. Trabalhou em cinema como assistente de direção, diretor de produção, roteirista, montador, realizador. Também trabalhou em televisão e publicidade. Realizou curtas em película (35mm, 16mm, super8mm) e em vídeo. O seu trabalho foi exibido em festivais internacionais (Locarno, Marselha, Angers, Rotterdam, Uppsala), e premiado em festivais nacionais e internacionais (Indielisboa, Vila do Conde, Tabor, Janela do Recife, etc). Atualmente, desenvolve projetos de curta e longa metragem.Vive no Rio de Janeiro e por vezes em Lisboa.

///Sara Bonfim

É Jornalista formada pela Universidade Positivo, com Pós-graduação em História da Arte na Embap. Realizou os curtas-metragens “Crônicas da Vida Cigana” e “Taxiderme” e dirigiu a série “Galeria”, exibida na Lúmen TV. Foi roteirista e repórter dos programas Origens e Museus, ambos realizados pela produtora EC7 e veiculados na TV Educativa (atual eParaná). Nas mesmas funções atuou no programa Mercosul Repórter, veiculado no canal 21. Seu trabalho mais recente, o curta-metragem “Quadros”, estreia em maio no 16o Cine PE – Festival do Audiovisual, no Recife.